sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Acalanto - Ada Ciocci

Vai amado.
Busca por onde quiseres,
com quem quiseres,
como quiseres,
o prazer.
Até mesmo,
aquele prazer que um dia alguém apelidou de amor.
E, se por acaso te cansares e,
do compromisso que um dia nos uniu te lembrares,
se desejares, volta.
Serei a que conforta.
Não saberás da dor,
da saudade,
das lágrimas sentidas que tua ausência causou.
,

Um comentário:

Mari disse...

eis que eu estava à procura de um poema de Castro alves e de repente grata surpresa: esse passeio lindo por aqui.
parabéns!