domingo, 27 de julho de 2008

Psicórdica - Adélia Prado


Vamos dormir juntos, meu bem,
sem sérias patologias.
Meu amor é este ar tristonho
que eu faço pra te afligir,
um par de fronhas antigas
onde eu bordei nossos nomes
com ponto cheio de suspiros.
.

Um comentário:

Daniel Rodrigues disse...

Beijo moça bonita! Adélia é formidável!