terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Poema quase persa - Marina Colasanti



.
Vem, amado,
segura minhas ancas nas tuas mãos
enquanto as minhas
domam teus joelhos.
Vem,
abre na minha testa
uma estrada de estrelas
e como um sol nascente de verão
aquece
folha a folha
os meus rosais.
.

Um comentário:

Sonia Schmorantz disse...

Amei esta postagem!
beijo